Clareamento dental com Whiteness HP: Associação de técnicas sem o uso de fontes de luz

Autores: Prof. Dr. Américo Mendes Carneiro Junior Mestre e Doutor em Dentística pela FO-USP Professor da UNICID de Escultura Dental e coordenador de Materiais Dentários Coordenador de cursos de Dentística Estética Prof. Dr. Renato Carlos Burger Mestre e Doutor em Dentística pela FO-USP Pós-graduado em Cirurgia Oral pela UNICASTELO Especialista em Implante Prof.Dr. Guilherme Martinelli Garone Mestre e Doutor em Dentística pela FO-USP Rafaela Pagin Lourenço Mestranda em Dentistica pela São Leopoldo Mandic Cursando especialização em implantodontia – CIODONTO

 

Pela busca por um ideal estético, é comum os pacientes pedirem não apenas dentes mais brancos, mas também alinhados e com formato harmônico. Isso pode ser justificado com o aumento da concorrência no mercado de trabalho, a aparência tem-se mostrado muito importante e com isso o sorriso altamente valorizado. Dentes mais claros podem passar uma imagem aparente de higiene e status social.

O clareamento dental vem sendo um tratamento de primeira eleição, não apenas por ser conservador, mas também por apresentar resultados satisfatórios rápido. O clareamento dental foi descrito inicialmente na literatura em 1989, ganhando popularidade e aceitação profissional.

Hoje temos 3 técnicas principais de clareamento para dentes vitais, para serem utilizadas com supervisão do cirurgião-dentista:

  1. Clareamento com moldeira utilizando clareadores com concentração mais baixa, como Whiteness Perfect (Peróxido de carbamida a 10, 16 ou 22%) e White Class com cálcio (Peróxido de hidrogênio a 6 ou 7,5%)
  2. Clareamento de consultório utilizando géis de peróxido de hidrogênio com concentrações de 20 a 35% (Whiteness HP e Whiteness HP Maxx – 35%; Whiteness HP Blue 20 ou 35%)
  3. Associação das 2 técnicas, na procura de economia, eficiência e longevidade dos resultados clareadores.

O clareamento com moldeira é muito utilizado pela sua facilidade e eficácia, que consiste em aplicação do gel clareador em uma moldeira de EVA (copolímero Etileno/Acetato de Vinila – Whiteness de 1 mm). Uma sugestão de protocolo é utilizar a moldeira com o gel 2 vezes por dia por 1 hora cada (total de 2 horas diárias), alguns estudos sugerem uma liberação grande e efetiva de oxigênio nos primeiros 30 minutos e depois baixa e linear, o uso da moldeira 2 vezes por dia é para aproveitar esta maior liberação. Alguns autores mostram que o clareamento de moldeira obtém uma menor recidiva e maior estabilidade na cor obtida, entretanto a técnica necessita da disciplina do paciente no uso da moldeira e demora em média de 2 a 6 semanas para atingir um resultado de excelência.

Com o clareamento em consultório temos um resultado mais rápido, de uma a duas sessões clínicas, sendo que em uma sessão aplicamos o gel por 3 vezes de 15 minutos, um total de 45 minutos do gel em contato com os dentes (Whiteness HP e Whiteness HP Maxx). Uma opção de técnica é utilizar o Whiteness HP Blue, que permite uma única aplicação clínica em uma sessão, sem a necessidade de troca do produto, de 50 minutos na concentração de 20% e de 40 minutos na concentração de 35%.

Segundo a literatura, sabe-se que a utilização de fontes de luz no clareamento de consultório não altera o resultado final, por não promover clareamento, e pode até causar um aquecimento das estruturas dentárias, deixando sensibilidade residual. Nenhum dos produtos descritos anteriormente necessita do uso de fontes de luz para ter sua eficácia clínica.

A associação das duas técnicas é um dos protocolos mais interessantes, pois une as melhores características das técnicas: rapidez de resultado, longevidade clínica e estabilidade da cor final obtida.

Para evitar a sensibilidade podemos aplicar depois da sessão de clareamento de consultório o Desensibilize KF 2%, que tem uma ação neural do nitrato de potássio e oclusiva nos túbulos dentinários do fluoreto de sódio. Os clareadores para uso em moldeira já possuem em sua composição fluoreto de sódio e nitrato de potássio (Whiteness Perfect e White Class com cálcio), mas também podem ser associados com o uso de dessensibilizantes.

Sorriso inicial
Sorriso inicial
Vista frontal inicial
Vista frontal inicial
Vista lateral direita inicial
Vista lateral direita inicial
Vista lateral esquerda inicial
Vista lateral esquerda inicial
Registro da cor inicial – B2
Registro da cor inicial – B2
Profilaxia com pasta de pedra pomes e água para remoção de manchas extrínsecas e placa bacteriana. É importante não utilizar no dia do clareamento jato de bicarbonato, pois neutraliza o peróxido de hidrogênio
Profilaxia com pasta de pedra pomes e água para remoção de manchas extrínsecas e placa bacteriana. É importante não utilizar no dia do clareamento jato de bicarbonato, pois neutraliza o peróxido de hidrogênio
Foi utilizado o afastador labial Arcflex. Este dispositivo promove o afastamento dos lábios e bochechas além de controle da língua e descanso de mordida, auxiliando a realização do procedimento
Foi utilizado o afastador labial Arcflex. Este dispositivo promove o afastamento dos lábios e bochechas além de controle da língua e descanso de mordida, auxiliando a realização do procedimento
Colocação do Top Dam, que é um protetor gengival fotopolimerizável, realizando um isolamento relativo. Deve ser aplicado cobrindo a gengiva marginal e as papilas com uma camada de 3 a 5 mm de largura e máximo 1 mm de espessura. A barreira deverá cobrir aproximadamente 0,5 a 1 mm da superfície dental. Polimerize a resina Top Dam utilizando 20 a 30 segundos de fotopolimerização para cada grupo de 3 dentes
Colocação do Top Dam, que é um protetor gengival fotopolimerizável, realizando um isolamento relativo. Deve ser aplicado cobrindo a gengiva marginal e as papilas com uma camada de 3 a 5 mm de largura e máximo 1 mm de espessura. A barreira deverá cobrir aproximadamente 0,5 a 1 mm da superfície dental. Polimerize a resina Top Dam utilizando 20 a 30 segundos de fotopolimerização para cada grupo de 3 dentes
Isolamento relativo com Top Dam realizado. O clareamento de consultório deve ser feito no máximo de 2º a 2º pré-molares e o Top Dam deve ser estendido até a mesial dos molares para ter maior segurança
Isolamento relativo com Top Dam realizado. O clareamento de consultório deve ser feito no máximo de 2º a 2º pré-molares e o Top Dam deve ser estendido até a mesial dos molares para ter maior segurança
Whiteness HP, que vem 3 frascos: fase 1 peróxido de hidrogênio, fase 2 espessante e Neutralize (utilizado para neutralização do peróxido de hidrogênio, caso entre em contato com mucosa)
Whiteness HP, que vem 3 frascos: fase 1 peróxido de hidrogênio, fase 2 espessante e Neutralize (utilizado para neutralização do peróxido de hidrogênio, caso entre em contato com mucosa)
Whiteness HP, que vem 3 frascos: fase 1 peróxido de hidrogênio, fase 2 espessante e Neutralize (utilizado para neutralização do peróxido de hidrogênio, caso entre em contato com mucosa)
Whiteness HP, que vem 3 frascos: fase 1 peróxido de hidrogênio, fase 2 espessante e Neutralize (utilizado para neutralização do peróxido de hidrogênio, caso entre em contato com mucosa)
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Manipulação do Whiteness HP: a proporção utilizada foi de 24 gotas de peróxido de hidrogênio (fase 1), para 8 de espessante (fase 2). Observe que os frascos devem ser posicionados na vertical para correto proporcionamento do produto. Após a mistura é obtido um gel homogêneo
Colocação do Whiteness HP já manipulado com auxílio da espátula que vem no kit. O produto deve ser aplicado nas superfícies vestibulares dos dentes com espessura de 0,5 a 1 mm
Colocação do Whiteness HP já manipulado com auxílio da espátula que vem no kit. O produto deve ser aplicado nas superfícies vestibulares dos dentes com espessura de 0,5 a 1 mm
Uma vez que terminou de colocar o Whiteness HP deve-se deixar o produto em contato com os dentes por 15 minutos. Com o auxílio da espátula que vem no kit movimente o gel sobre os dentes três a quatro vezes para liberar eventuais bolhas de oxigênio geradas para que o gel permaneça sempre em contato com os dentes. Neste caso não foi utilizado nenhuma fonte de luz durante o procedimento, tendo em vista que não altera o resultado final já que o seu uso pode até causar um aquecimento da estrutura den
Uma vez que terminou de colocar o Whiteness HP deve-se deixar o produto em contato com os dentes por 15 minutos. Com o auxílio da espátula que vem no kit movimente o gel sobre os dentes três a quatro vezes para liberar eventuais bolhas de oxigênio geradas para que o gel permaneça sempre em contato com os dentes. Neste caso não foi utilizado nenhuma fonte de luz durante o procedimento, tendo em vista que não altera o resultado final já que o seu uso pode até causar um aquecimento da estrutura dentária
Vista após os 15 minutos. O gel muda da cor vermelha para incolor após 6 minutos da sua aplicação e continua ativo durante o tempo determinado (15 minutos)
Vista após os 15 minutos. O gel muda da cor vermelha para incolor após 6 minutos da sua aplicação e continua ativo durante o tempo determinado (15 minutos)
Após os 15 minutos o gel deve ser removido com auxilio de uma cânula aspiradora. Neste caso a ponta de borracha da cânula foi cortada conseguindo maior poder de sucção. Após a remoção o gel foi reaplicado mais duas vezes conforme descrito
Após os 15 minutos o gel deve ser removido com auxilio de uma cânula aspiradora. Neste caso a ponta de borracha da cânula foi cortada conseguindo maior poder de sucção. Após a remoção o gel foi reaplicado mais duas vezes conforme descrito
Após o término da terceira aplicação, o gel foi removido e depois todos os dentes lavados
Após o término da terceira aplicação, o gel foi removido e depois todos os dentes lavados
A remoção do Top Dam pode ser feita facilmente com auxilio de um sonda exploradora
A remoção do Top Dam pode ser feita facilmente com auxilio de um sonda exploradora
Aspecto após a remoção do Top Dam
Aspecto após a remoção do Top Dam
Foi realizado um polimento com a pasta Diamond Excel e com auxílio de um disco de feltro Diamond Flex
Foi realizado um polimento com a pasta Diamond Excel e com auxílio de um disco de feltro Diamond Flex
Após o polimento se observa um aumento da luminosidade
Após o polimento se observa um aumento da luminosidade
Colocação do dessensibilizante Desensibilize KF 2%, que é um gel à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio
Colocação do dessensibilizante Desensibilize KF 2%, que é um gel à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio
Colocação do dessensibilizante Desensibilize KF 2%, que é um gel à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio
Colocação do dessensibilizante Desensibilize KF 2%, que é um gel à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio
Foi orientado que a paciente utilizasse por mais 3 dias moldeiras superior e inferior com o gel Whiteness Perfect 16%. O protocolo de utilização seguido foi 2 vezes por dia por 1 hora cada. Uma sugestão é que as moldeiras sejam entregues aos pacientes no dia que for feita a sessão de clareamento de consultório. Após o procedimento de consultório oriente o uso das moldeiras utilizando o Desensibilize KF 2% na explicação ao paciente e deixe por 10 minutos no mínimo. Isso evita eventuais desconfort
Foi orientado que a paciente utilizasse por mais 3 dias moldeiras superior e inferior com o gel Whiteness Perfect 16%. O protocolo de utilização seguido foi 2 vezes por dia por 1 hora cada. Uma sugestão é que as moldeiras sejam entregues aos pacientes no dia que for feita a sessão de clareamento de consultório. Após o procedimento de consultório oriente o uso das moldeiras utilizando o Desensibilize KF 2% na explicação ao paciente e deixe por 10 minutos no mínimo. Isso evita eventuais desconfortos
Registro da cor inicial
Registro da cor inicial
Registro da cor após o uso da moldeira por 3 dias
Registro da cor após o uso da moldeira por 3 dias
Inicial lateral esquerda
Inicial lateral esquerda
Final lateral esquerda
Final lateral esquerda
Sorriso inicial
Sorriso inicial
Sorriso final
Sorriso final

 Referência Bibliográfica

Araújo, Danilo Barral de et all. Ação dos agentes clareadores contendo peróxido de hidrogênio e peróxido de carbamida sobre o esmalte dental humano: Rev. ciênc. méd. biol = J. med. biol.;6(1):100-121, jan.-abr. 2007.
Baratieri LN. Odontologia restauradora: fundamentos e possibilidades. São Paulo: Santos; 2003. p. 673-7 Khin, P.W. Avaliação clínica entre agentes clareadores dentáriosde peróxido de carbamida a 105 e a 15%. J Am Dent Assoc. (Brasil) 2001; 4: 88-93.
Conceição, EN. Clareamento dental. Dentistica saúde e estética. Porto Alegre. Artemed, 2007: 235-63.
Ruiz GAO, Sá FC. Clareamento caseiro em dentes vitais. RGO. 2003; 51(1): 19-22.
Haywood VB, Heymann O. Nightguard vital bleaching. Quintessence Int. 1989; 20(3):173-6
Papathanasiou A, et all. Clinical evaluation of a 35% hydrogen peroxide in-office whitening system. Compend Contin Educ Dent 2002;23(4):335-48
Yamaguchi R, Katoh Y. Effect oo Various Bleaching Tecniques on Tooh Shade. J. Dent Res 2004; 82:10-3
Zanin F, et all. Clareamento dental com e laser e led. RGO51(3):143-6

Resumo

Treinamento online e gratuito

Posts mais recentes

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
Treinamento online e gratuito

Outros artigos do blog

plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language